Follow by Email

segunda-feira, 7 de abril de 2014

EU PODERIA TE ESQUECER...

Eu poderia muito bem te esquecer, mas como, se olho para o céu e vejo teu rosto? Quando como um chocolate sinto o teu gosto; é impossível não te sentir no ar que respiro; é incontrolável falar quando a você eu me refiro. Eu poderia muito bem te esquecer, mas como, se parte do teu cheiro ficou em mim? Quando me ensaboo, lembro do teu sabonete de jasmim; é inconsciente te querer na cama; é inconfidente querendo apagar uma chama. Eu poderia muito bem te esquecer, mas como, se já nem sei mais como se faz. Quando te conheci meu coração não teve mais paz; é importante me libertar desta loucura; é incessante esta paixão, que parece tortura.