Follow by Email

sábado, 19 de outubro de 2013

PAIXÃO IMPREGNADA

Estive andando pela praça da minha cidade perdido nos pensamentos e nas ilusões do meu coração;
 Estive olhando as pessoas passarem sem identidade indo de um lado para o outro para qualquer direção.
 E em cada rosto de mulher enxergava você; indo embora e levando todo o meu castelo;
 E sentia a brisa do anoitecer pintando a minha alma de caramelo.

 Sabor doce e amargo de uma paixão;
 Que misturado com várias taças de vinho
 Levaram-me a rolar pelo chão,
 sonhando com o seu carinho.

 Eu precisava acordar e te fazer realidade;
 Eu precisava mudar para te ter de verdade;
Mas, o destino me levou para um outro lugar
 que na verdade eu não queria estar.

 Tudo passou a ficar mais distante
 e o interessante é que você se tornou um amor impossível.
 No sonho passei a ser apenas amante
 E você minha mulher invisível.

Hoje vejo tua sombra ao meu lado;
 fazendo parte do meu caminho;
Ainda continuo apaixonado
 e sei que não estou sozinho.

 Você ficou gravada dentro de mim;
 e nem sei como apagar isso;
Não sei se tudo vai ter um fim.
Afinal você se tornou um feitiço.

LEMBRANÇAS DE VOCÊ

Nesta noite perdi o sono, porque me lembrei de você;
Nesta noite se dormi foi o sonho de estar ao seu lado;
 Nesta noite descobri o pesadêlo de te perder;
Nesta noite encontrei um homem totalmente apaixonado.

 E então, durante todo o dia, eu andei te procurando pelas ruas e esquinas do meu coração.
 Mas, apenas encontrei um poeta declamando poesias de uma linda canção.

 Oh linda morena dos cabelos cacheados
 Vem me embriagar com teu cheiro de mulher.
 Meus olhos estão paralisados.
 Me deixando do jeito que você quiser.

 Você é como se fosse uma sereia me encantando em toda praia deserta;
 Você é quem me joga na areia e em mim a paixão desperta;
 Um olhar, dois olhares... mil olhares.
 E te vejo por todos os lugares. Você não é uma simples fantasia.
 Um beijo, dois beijos... mil beijos.
 E está aberto todos os desejos de te ter cada minuto do dia.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

MINHA DONA



Difícil mesmo é quando você está completamente dominado por uma mulher. Ou seja, você se torna um escravo:
MINHA DONA
Por um acaso, por um senão, / eu me acabo, eu me estrago, / perdido em suas mãos; / Por um sequer, por um descuido, / você, mulher, me deixa até/ sonhando de manhã.
Por um abraço/ ou por um beijo, / eu me espedaço, / eu me reparto/ e nesse espaço, eu me perco com você.
Você mulher, / você senhora, / me diz na hora o que quiser; / Me faz sentir na pele todo o seu amor.
Você amor, / você calor, / que me invade, / que me seduz, / que me reparte pela metade, / à meia luz.
Você rainha, / você que é minha, / me deixa louco/ e pouco a pouco, / me leva ao auge, / ao alto, a voar.

O MISTÉRIO DA NOITE


Muitas vezes a gente se perde na noite e se mistura com a fantasia e os seus mistérios. As luzes, as estrelas, os vaga-lumes, os relâmpagos, iluminam a mente de alguém que se perdeu nas trevas:
O MISTÉRIO DA NOITE
No mistério dessa vida há passagens ilusórias, / onde só quem amou sabe de tais histórias./ E na beira da esquina, / onde dorme a doce lua, / está o aroma espalhado, / que encanta a larga rua.
Sombreada de azul, a calçada adormece calada; / E nas trevas da noite se lampeja estrelada./ Tais feitiços no ar/ levam as luzes a piscar.
São as bailarinas da noite, / no alto, não cessam de voar.
E de repente, num grito, / passa um relâmpago, um trovão, / esperto raio ao chão./ De cor preta, negra. Nas trevas, no breu, / jaz em mim a certeza/ de que em uma noite o mistério foi eu.

SONHOS


De um pulo, a gente sai do passado e vem para um outro mundo. Onde a gente convive com a fantasia. São fenômenos que nos ocorrem e nos fazem felizes. São...
SONHOS
Sonhos que eu tenho/ são o que eu tenho./ Sonhos de amor são como a flor, / murcha na mão, seca no chão, / apodrece no pé.
Sonhos de ouro, / sonhos de prata./ Onde há tesouro, sempre há pirata.
Sonhos de rei, / sonhos de réu./ Nunca terei/ vinho e nem mel.
Sonho na vida, / sonho na morte./ Sou o meu sonho, / sonho que é meu.
Simples na noite, / claro no dia./ Vivo sonhando com a fantasia.