Follow by Email

domingo, 20 de novembro de 2011

100 ANOS DE DIVINÓPOLIS

Neste próximo ano de 2012, mais precisamente no dia 1º de junho, a cidade de Divinópolis estará comemorando 100 anos de emancipação político-administrativa. E um dos seus maiores personagens foi, sem dúvida Antônio Olympio de Moraes. Para os divinopolitanos que não conhecem a história desse ilustre personagem da nossa querida cidade, passarei a relatar um pouquinho da sua história.

ANTÔNIO OLYMPIO DE MORAES
Nasceu no dia 26 de maio de 1871 no então Arraial do Divino Espírito Santo do Itapecerica. Filho de Flávio de Sousa Aguiar e Antônia Isidora Navarro de Moraes, Antônio Olympio era o sétimo membro de uma família com dez filhos. Sendo ele e seu irmão Vicente os únicos homens e o restante mulheres. Seus pais vieram da cidade de Pitangui por volta de 1865 e se estabeleceram no antigo arraial. Poucos anos depois de seu nascimento, Antônio Olympio ficou orfão de pai. Ficando sua família em uma difícil situação financeira. Seu irmão mais velho, Vicente já estava casado e restava apenas ele como homem na família Moraes. Lembrando que naquela época as mulheres não trabalhavam fora para sustentar o lar, apenas faziam tarefas domésticas.
Foi então, que Dona Antônia Isidora resolveu pedir emprego para Antônio Olympio na "venda" do Senhor Chico Machado (Francisco Machado Gontijo). Lembramos que quase todas as casas e casebres ficavam no Largo da Matriz (hoje praça Dom Cristiano, a Catedral).
E foi assim, que aos doze anos, Antônio Olympio começou a trabalhar na casa comercial do Senhor Chico Machado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário